Candidata mineira dribla possível cegueira na busca de título de Miss Brasil

Rondônia, 23 de Abril de 2014

Nacional

Postado em 23/09/2013 13:46 h | Fonte: Veja Noticias

Candidata mineira dribla possível cegueira na busca de título de Miss Brasil




Candidata mineira dribla possível cegueira na busca de título de Miss Brasi

A mineira Janaína Barcelos, a Miss Minas Gerais 2013, se prepara para ser a anfitriã do concurso que vai eleger a mulher mais bonita do País: a final do Miss Brasil será no próximo sábado (28), em Belo Horizonte. Coroada no mês passado, Janaína enfrenta há dois anos uma doença degenerativa que, aos poucos, a faz perder a visão.

— Chama retinose pigmentar. Eu já perdi a visão periférica e parte da visão noturna
A jovem de 25 anos começou a notar o problema há três anos. Ela garante que a doença não irá prejudicá-la na competição, mas afirma que precisa se preocupar com detalhes que não afetam as representantes dos outros Estados.

— O meu foco maior é na passarela, com a luz. Não pode tropeçar, né?
A poucos dias da grande final, Janaína afirma que não há mais preparação e que "já fez o que podia". Na semana que antecede o Miss Brasil, ela e as outras candidatas conheceram as cidades

Durante o passeio, Janaína passou por um momento delicado

— Nas igrejas que visitamos, que são muito escuras, eu tive problema. As meninas esquecem e acabam me deixando para trás. Eu tive que sair devagar, passando o pé pelo chão para não cair
Segundo a mineira, são nas tarefas e situações mais comuns em que ela sente o "baque" da doença

— Tem coisa que eu fazia antes e que não consigo fazer mais, mas tento olhar o lado positivo de tudo. Sou muito determinada
Natural de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, Janaína tem experiência no Miss Brasil: em 2008 terminou em quarto lugar, representando o Estado de São Paulo. Agora, aos 25 anos, ela diz que é sua última tentativa

— É a minha segunda vez no concurso, as pessoas esperam mais. Mas agora eu estou em casa

A pressão de tentar o título mais uma vez, agora "em casa", como Janaína diz, é grande, mas ela garante que tira de letra.

— É muita responsabilidade, mas eu estou mais confortável, dando o meu melhor e usando minha experiência

Autor: REDE RECORD



Conteúdo Relacionado

Contato

Desenvolvido por:

W7BR Soluções em Tecnologia